quarta-feira, 22 de abril de 2009

Por que não discutir a qualidade na educação?

Colegas,

Dando continuidade a discussão anterior onde tratamos dos desafios da educação no nosso País, um tema frequente e que - embora fundamental - ainda provoca 'medo' nos gestores públicos tem sido 'qualidade na educação'.

Mas, de que qualidade estamos tratando?

Abordar o tema 'Qualidade na Educação' implica discutir 'o direito à educação': direito ao acesso, a permanência e aprendizagem.

Não basta os governos disponibilizarem vagas na educação básica e na educação superior. Como exemplo podemos citar o acesso a educação fundamental no governo FHC. Embora 97% das crianças tenham tido acesso à escola, os resultados da aprendizagem continuam 'assustadores'. Portanto, é importante que o acesso seja efetivado, mas que venha associado a políticas de permanência de crianças, jovens e adultos na escola.

A permanência de meninos e meninas na escola envolve um conjunto de outras ações como investimento:
- nos profissionais da educação: formação acadêmica, planos de cargos e salários, disponibilização de material didático etc;
- na infraestrutura das escolas: livros didáticos, laboratórios multimídia, espaço para lazer, esporte e arte/cultura;
- transporte escolar, merenda escolar, conselhos escolares, uso pedagógico das TIC, gestão democrática etc.

E um outro aspecto refere-se à aprendizagem que implica todas as questões tratadas anteriormente. Não faz sentido a existência da escola se não há 'aprendizagem'... essa deve ser a diretriz central. Não adianta discutirmos todas as questões - citadas anteriormente - se não temos clareza de que todos os esforços devem convergir para promover a aprendizagem das nossas crianças, jovens e adultos.

Mas, será que há este entendimento por parte de nós educadores e gestores? as políticas públicas tem caminhado nesta direção? vamos discutir...

Um comentário:

NTE Castanhal disse...

Olá, Simone. Nós daqui do NTE de Castanhal também estamos travando estas discussões, especificamente no caso das políticas públicas realcionadas à introdução das Tecnologias de Informação e Comunicação nas escolas, no que tangem especificamente à formação do professor e mudanças que estas ações trouxeram para a aprendizagem dos alunos. Para isso, criamos o I Encontro Regional de Informática na Educação como um espaço de diálogo, onde gestores, coordenadores de sala de informática, alunos e alguns representantes do Governo foram convidados. Você foi convidada para representar o MEC e enviei dois emails pra vc com o folder do evento. Um para o seu email institucional e outro pra este do blog. Gostaria de saber se vc recebeu e se confirma a sua presença. Ficaríamos honrados com sua participação, não somente pela representação, mas porque acompanho seu trabalho e sei que voce trará contribuições fundamentais que enriquecerão ainda mais nosso debate.
Nosso email de contato é o ntecastanhal1@gmail.com e o blog do NTE, onde consta a programação e os objetivos do evento é http://ntecastanhal.blogspot.com

Forte abraço!!